Faça o seu PEDIDO DE MÚSICA

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora:

Israel Vibration Israel Vibration



    Israel Vibration é um dos maiores e mais importantes trio vocais “hoje duo vocal” do Roots Reggae que a Jamaica exportou para o mundo, este grupo de cantores lança um feitiço musical harmonioso com um som hipnotizante e uma mensagem profundamente espiritual e militante que deixa qualquer um que é apaixonado por reggae assim como eu ou até mesmo simpatizantes deslumbrados com suas perfomances tanto em estúdio quanto em apresentações ao vivo.

    Os membros do Israel Vibration incluem atualmente Cecil Spence (Skelly) e Lascelle Bulgin (Wiss), eles nasceram na Jamaica, Antilhas, ambos são vitimas  da poliomielite (pólio) oriunda da epidêmia que se alastrou na Jamaica na década de 1950, Bulgin (nascido em 1955), Albert Craig (Apple) e Spence (nascidos em 1952 conheceram-se quando crianças no centro de reabilitação Mona, em que eles foram colocados devido a recursos limitados das suas famílias e suas necessidades de cuidados médicos especiais. Eles aprenderam cedo sobre a necessidade para o desenvolvimento de habilidades de sobrevivência, e embora a poliomielite comprometa todo o desenvolvimento de movimentação do corpo os jovens nunca deixaram sua situação fisica desafiar  sua força de vontade e sua capacidade criativa. Encontraram força na fé  Rastafari através da orientação de sua Majestade Imperial, o Imperador Haile Selassie I da Etiópia, começaram a compor e cantar canções que expressavam suas crenças espirituais voltadas ao Rastafarismo.

    Sua espiritualidade e posição sobre questões relativas à sua residência no centro de reabilitação Mona levou-a ser expulsos da instituição. Destemidos, encontraram consolo, conforto e sustentabilidade em suas músicas, ganhando o apoio de sua comunidade local que forneceu-lhes incentivo para prosseguir com sua carreira musical, e foi isso que aconteceu  lançaram o prineiro disco em 1978 “The Same Song”  que foi licenciado pela EMI e trouxe a atenção internacional do grupo, esse disco foi produzido pelo Tommy Cowan e engenhenhado por Maxie e Paul Davidson e contou com um time de peso do reggae jamaicano como a banda “Roots Radics” sendo na bateraria Calvin McKenzie, Sly Dunbar &Max Edwards , no baixo: Robbie Shakespeare,  Fully Fullwood & Mikey Ras Starr, Orgão: Michael Chung , Ansel Collins & Bubbler, no piano:Augustus Pablo, Robert Lynn & Michael Chung , no Trombone : Nambo Robinson, no Saxofone : Dean Fraser, na Percussaõ : Sky Juice & Sidney Wolf e Channel One (Kingston, JA) & Concert Recording (Kingston, JA). Outro álbum foi gravado Unconquered People lançado em 1980 que contou também com uma gama muito especial de músicos tais como Aston Barrett, Carlton Barrett e Tyrone Downie “The Wailers” foi produzido mais uma vez por Tommy Cowan e gravado na Tuff Gong e engenhados por Errol Brown, Dennis Thompson e Chaio, todos trabalharam com o Bob Marley. Sua carreira musical parecia estar decolando, mas depois de um tempo a carreira fonográfica do Israel parecia estar indo por água abaixo, pois assim como muitos artistas jamaicanos, foram induzidos a uma indústria local infestada naquele momento, por prática de contabilidade questionável, pirataria musical, e falta de apoio de excursão. Em 1983, eles se separaram e seus membros foram para os Estados Unidos em busca de um cuidado médico adequado e também de projetos individuais. Em 1988, conheceram Dr. Dread, presidente e fundador da gravadora Ras, à procura de gravações solo. Dr. Dread, que admirava o talento do Israel Vibration e ouvia atentamente as palavras de Marcus Garvey, lhes falou sobre a "unidade é força", aconselhando que se unissem novamente. Eles aceitaram, e o resto da história faz parte de uma relação que originou os álbuns Strength of My Life, e continuou com Praises, Forever, Vibes Alive,IV, On The Rock, Free to Move, e mais alguns álbuns dub.

    On The Rock gerou muitos elogios, além do single e do vídeo Rudeboy Shufflin que, juntamente com o vídeo Feelling Irie, foi apresentado em programas de televisão nos EUA e em outros países. On The Rock, seguido de Free to Move foram passos importantes na carreira do Israel Vibration. Em 1997 Apple Gabriel deixou o grupo para seguir carreira solo, ficando Skelly e Wiss, o lançamento de Pay the Piper e o vídeo Hard Road, em 1999, mostra alguns dos materiais compostos pela dupla.

    Seu álbum Jericho, lançado a 16 de maio de 2000, é, inegavelmente, seu trabalho mais forte em anos, Skelly e Wiss se comprometeram totalmente a cada letra e cantam de coração com o verdadeiro espírito de universalidade. Com mais de 30 anos de carreira e inúmeras canções na lista dos melhores clássicos do reggae de todos os tempos sem dúvida vão continuar a fazer o melhor do Roots Reggae para o novo milênio.


ESCOLHER OUTRA PERSONALIDADE